segunda-feira, outubro 24, 2011

A Força das Palavras!


É impossível imaginar que as pessoas não tenham um pouquinho de amor ao ser humano, a ponto de criticar ou mesmo ironizar ou debochar de pessoas que chegaram ao ponto de pesar mais de 700 Kg. Obesidade é doença, ninguém é gordo porque quer, a luta contra a balança é um desafio que poucos conseguem vencer sem ajuda, sem o auxílio de profissionais ou de medicamentos, ou ainda sem ter que apelar a procedimentos cirúrgicos. E quanto mais às pessoas brincam, quanto mais as pessoas debocham, fazem piadas, menos auto-estima esta pessoa vai ter e mais ela vai engordar. É incrível a falta de noção de certas pessoas, a falta de discernimento, que faz com sejam indiscretas, inconvenientes e que não tenham o mínimo de noção quando fazem um comentário, uma piada, quando humilham uma pessoa obesa pelo divertimento ou deleite de alguns. A força das palavras pode ser devastadora, pode levar uma pessoa a sucumbir a uma depressão, ou simplesmente perder a força de lutar contra esta doença, que cresce cada vez mais e afeta as pessoas cada vez mais cedo, ainda crianças. Temos que exaltar o amor ao próximo, a solidariedade, a compaixão, chega de fazer piada com a pessoa que tem dificuldade de cruzar a catraca do ônibus, chega de debochar do gordinho que serviu um prato “recheado” no restaurante, chega de humilhar a pessoa que quebrou a cadeira de um bar, ao invés disso estenda a mão e ajude-a a levantar, diga uma palavra de apoio, seja amigo, seja solidário. Vemos coisas todos os dias que se as pessoas fossem um pouquinho mais humanas, outras não precisavam passar. O pré-conceito está tão entranhado em nossa cultura, em nossa sociedade que é muito difícil darmos dois passos sem nos depararmos com pessoas que possuem este tipo de mentalidade tacanha, que afeta e contamina a pureza da alma humana. 

As 5 Pessoas mais Pesadas da História!


1 - Carol Yager (Peso Pico de 727Kg):
Carol Yager, é a pessoa mais pesada da história, chegando a atingir 727kg. Carol também ficou conhecida por ser a pessoa que mais perdeu peso de forma natural, 521Kg em apenas 3 meses. Sua pele toda quebrada devido a uma infecção bacteriana, motivo pelo qual é foi internada no Hurley Medical Center. Carol Yager era incapaz de ficar em pé ou caminhar, devido a atrofia dos músculos. Ela morreu jovem, com apenas 34 anos, tendo como principais causas da morte, insuficiência renal, insuficiência de múltiplos órgãos e obesidade mórbida. 

2 - Jon Brower Minnoch (Peso Pico de 635Kg):
Jon Brower Minnoch foi gordo desde sua infância. Com 12 anos de idade o seu peso já era de 132Kg. Casou-se com Jeannette, uma mulher de peso normal e tinha dois filhos. Minnoch ficou internado durante 16 meses chegando a perder 419kg, mas depois de receber alta, seu peso duplicou. Ele não conseguiu melhorar de suas enfermidades e morreu no dia 10 de setembro de 1983, aos 42 anos.



sexta-feira, outubro 21, 2011

Processo Pré-Operatório - 2ª Parte!

Olá amigos do blog experiência bariátrica! Estou de volta para contar um pouco mais da minha experiência com a cirurgia bariátrica. Na verdade, para dividir com vocês tudo o que está acontecendo comigo neste processo pré-operatório, a minha superação e a minha vitória. Já falei em um outro post, como tudo começou e como estava o início deste processo. Bom, como já falei anteriormente em outro post, fiz uma bateria de exames (Ultrassom de Abdômen Superior, Endoscopia Digestiva Alta, Eletrocardiograma, e exames de sangue) , no dia 17/10 consegui reunir o resultado de todos eles e mais os laudos necessários. Na grande maioria, os resultados foram os esperados, nada de anormal, mas em outros como não tinha conhecimento sobre do que se tratava tomei um susto com os  índices fora dos parâmetros, como foi o caso do TGO e TGP que servem de parâmetro para saber o nível de gordura do fígado. Conversando posteriormente com o Dr. Glauco fiquei sabendo que esses níveis anormais são comuns em pessoas obesas e que não necessariamente seja indicativo de problemas hepáticos. Continuando, na verdade minha consulta de retorno, para que meus exames fossem analisados pelo cirurgião e para que eu obtivesse o laudo psicológico junto a Drª Betânia estava marcada para o dia 20/10 uma quinta-feira, mas como o IPERGS só faz perícias nas terças, quartas e quintas-feiras das 08:45 as 11:00 da manhã e eu só poderia fazer a tal pericia no outro dia, tive que antecipar as consultas para o dia 19/10. Para terem uma idéia do dia que eu tinha pela frente, cheguei em Santa Maria por volta das 09:45 da manhã, minha primeira consulta era as 10:30 e a última era na clínica da anestesia as 17:40, nesse meio tempo muita coisa aconteceu. Primeiro, antes mesmo da minha primeira consulta, enquanto esperava na sala de espera fiquei sabendo que o Dr. Glauco estava fazendo pedidos de cirurgia apenas por vídeo (Videolaparoscópica), não sei explicar porque mas minha reação no momento não foi nada boa, senti uma coisa muito ruim com isso e me decepcionei no momento, mas me mantive aparentemente tranquilo, mas por dentro só eu sei a ansiedade e a frustração que eu estava sentindo. 

sábado, outubro 15, 2011

Estudo Revela: Nova Proteína Contribuí para Obesidade


Pesquisa da Universidade de Monash, na Austrália, realizada com auxílio de colaboradores dos Estados Unidos, pode explicar mais um mecanismo que faz com que as pessoas se tornem obesas. O estudo identificou uma nova proteína que inibe o hormônio leptina no cérebro, um dos fatores que contribuem para a progressão da obesidade mórbida. O estudo foi publicado nesta sexta-feira no periódico americano Cell Metabolism, e é uma importante contribuição para o desenvolvimento de novos tratamentos da doença.
A leptina faz com que o corpo aumente o gasto de energia e diminua o consumo de alimentos. “A resposta do corpo à leptina diminui em pessoas obesas ou com sobrepeso, como se elas se tornassem resistentes ao hormônio”, explica Tony Tiganis, principal autor da pesquisa e professor do Instituto de Obesidade e Diabetes da Universidade de Monash.
Antes de o grupo identificar uma nova proteína inibidora de leptina no cérebro, duas outras já eram conhecidas. Testes em camundongos revelaram que essa terceira proteína se tornou mais abundante com o ganho de peso, aumentando a resistência à leptina e apressando a progressão da obesidade mórbida. É como se fosse um círculo vicioso: à medida que a pessoa fica obesa, a resistência à leptina torma o proceso de perder peso mais difícil. O estudo também mostrou que esses três reguladores negativos do hormônio produzem efeitos em diferentes estágios, dado que pode ser fundamental para o desenvolvimento de novos remédios.

Obesidade Atinge 15% das Crianças no País

Avaliado como epidemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), excesso de gordura na infância aumenta chances de vida adulta com problemas de saúde.

Falta de atividade física e alimentação inadequada. Esses são os grandes responsáveis pela obesidade infantil, condição que se caracteriza pelo excesso de peso nas crianças brasileiras e pode provocar o surgimento de problemas de saúde como diabetes, infecções respiratórias e de pele, problemas cardíacos, excesso de gordura no fígado e má formação dos ossos. “As crianças ganham peso principalmente por terem mal hábitos alimentares e estilo de vida sedentário. Só para se ter uma idéia, quando uma criança come um pacote de biscoitos ela ingere, em média, o equivalente a uma refeição completa, tratando-se de calorias. Porém, ficam muito a baixo do necessário em nutrientes e vitaminas para um crescimento forte e saudável”, explica o médico Giuliano Antonelli.

Outro problema grave causado pelos quilos a mais está no impacto na auto-estima, principalmente se levarmos em conta que 30% das crianças obesas em idade pré-escolar tem 30% de chances de virar um adulto acima do peso. " Isso acontece com certa frequência pois não temos o hábito de reeducar nossa alimentação. O papel dos pais está em fornecer alimentação balanceada para os filhos, com frutas, verduras, legumes, carne, leite e, claro, desde que seja moderado, doces, sorvetes e frituras". comenta. "Não se deve privar a criança de comer o que gosta, mas deve-se impor limites".

Refrigerante "Zero" Engorda?


A moda dos refrigerantes  zero chegou como um alento para os aficionados pela bebida que encaram a dieta. São diversas variações que não apresentam nenhuma quantidade de açúcar, sugerindo riscos mínimos para o regime. Outras opções como, os lights e diets, também confundem muitas pessoas, que acabam colocando o sucesso do regime em risco ao consumir doses excessivas da bebida. E será que eles estão liberados mesmo? 


O problema é que mesmo nas versões menos calóricas, os refrigerantes se tornam uma ameaça quando o assunto é derrubar o ponteiro da balança ou a escolha de uma vida saudável. Para te ajudar a entender como os eles interferem nos quilos a menos, o Minha Vida conversou com a nutricionista Daniella Camargo, que aponta os principais problemas da bebida. Confira e descubra porque os sucos devem entrar com tudo no seu menu.  

Refrigerante na refeição já não é novidade que beber enquanto comemos, não ajuda em nada no regime, mas de acordo com a nutricionista Daniella Camargo, quando o assunto é refrigerante o perigo aumenta. "A ingestão de líquidos, principalmente gasosos, dilata o estômago dificultando a digestão e fazendo a sensação de fome reaparecer em poucos minutos", alerta a nutricionista. É aí que o perigo aparece e a ingestão maior de alimentos aumenta. "Logo depois do almoço já estamos morrendo de fome, já que não ficamos satisfeitos com a refeição, mais sim com a impressão de estômago cheio, graças a ingestão da bebida gasosa", explica.

sexta-feira, outubro 14, 2011

Preconceito na Petrobras - Meu Crime é Ser Gordo


O que vocês leitores passarão a ler agora, é o desabafo de um homem, pai de família que faz um relato emocionante do preconceito que sofre, imposto por uma das maiores, se não a maior empresa brasileira, a Petrobras.

A Petrobrás e o seu sistema SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde)  e o SA 8000 responsabilidade social?

Me admira muito uma empresa desse porte querer impor que as pessoas se encaixem em seu sistema e eliminando as pessoas que não a interessam, que eu pouco saiba, na constituição todos nós temos o direito ao trabalho direito de ir e vir, os novos contratos da Petrobrás rezam como item contratual que as pessoas do contrato tenham IMC <30. Tenho 180kg e 1,93 de altura, meu IMC é muito superior a isso, mas já trabalho lá há 08 anos e sempre estive acima do meu peso ideal, porém, sempre fui tido como excelente na minha função. O meu pesar é muito grande e gera em minha pessoa muita tristeza ser excluído dessa empresa por um simples fato: ser gordo. Sim,  é verdade. Uma empresa como a Petrobrás a que posso chamar de minha, pois, sou brasileiro, depois de 8 anos trabalhando como contratado a bordo estou impedido de trabalhar, não posso mais embarcar nas unidades da Petrobrás por ser gordo. Imaginem a minha vergonha pessoal de dar uma notícia dessas a minha família aos meus amigos, cada vez que encontro alguém e a pessoal me perguntam como vai e o trabalho, falo sim que como sempre se vai levando e conto que estou impedido de trabalhar pelo simples fato de ser gordo, tentando enfiar em minha cabeça que o errado e a Petrobrás e não eu, mas mesmo assim minhas palavras saem em sussurro tamanho a minha vergonha pessoal.

quinta-feira, outubro 06, 2011

Medicamentos Contra a Obesidade são Proibídos


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), resolveu em reunião aberta de sua diretoria, nesta terça-feira dia 04, tirar de circulação do mercado brasileiro alguns remédios de combate a obesidade, os chamados inibidores de apetite, que agem diretamente no sistema nervoso central e que sejam derivados de anfetamina (Femproporex e Dietilpropiona). O mesmo esta valendo para o composto Mazindol, inibidor de apetite mas que age diferentemente dos outros dois medicamentos. 
O medicamento mais consumido no Brasil para combate a obesidade é a Sibutramina, que desde o ano passado passou da categoria de medicamento comum e passou a anorexígeno, mas este medicamento continua a disposição dos médicos, mas com algumas restrições. Algumas condições precisam ser respeitadas para seu uso ou prescrição:
  •          O medicamento não pode ser prescrito por mais de 60 dias;
  •          O paciente deve ter IMC superior a 30, o que indica obesidade;
  •          O paciente deve assinar um documento, garantindo que esta ciente de todos os riscos;

sábado, outubro 01, 2011

Notícias Especiais!

Indiano de 10 anos com 127 KG é submetido a cirurgia bariátrica, uma situação atípica, já que o procedimento não é recomendado em menores de idade. Ksithijj Jindger sofria de obesidade desde muito novo, quando chegou a pesar 50 KG aos 3 anos de idade. Hoje, pouco mais de um ano depois e com 57 KG a menos, atualmente o garoto pesa 69 KG, ele garante que seu apetite não é mais o mesmo. Mesmo que o caso de Ksithijj Jindger tenha sido um sucesso, é importante salientar que este foi um caso específico e não dever se tornar um parâmetro. Lembrem-se, os pais devem manter a alimentação da criança saudável e equilibrada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Processo Pré-Operatório!

Olá Galera! Estamos de volta e nesse novo post vamos falar um pouquinho sobre o processo pré-operatório da cirurgia bariátrica. Primeiramente, antes de procurar o médico para se submeter a cirurgia bariátrica, a pessoa precisa realmente ter certeza de quer isso para si, precisa procurar informações, ler sobre, estar ciente de todos os prós e contras da realização deste tipo de cirurgia, apesar de na minha opinião ser muito mais prós do que contras. É importante também o apoio da família, para que você possa ter apoio nessa nova faze da sua vida.  Depois de realmente ter certeza que deseja realizar o procedimento, o próximo passo é procurar um bom médico, isso é muito importante, busque informações na internet, em sites confiáveis claro, como o da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) por exemplo, busque referências com outras pessoas que foram operadas por determinado médico, existem bons médicos que realizam o procedimento, como vocês puderam notar no blog a minha escolha foi pelo Dr. Glauco da Costa Alvarez da Clínica da Cirurgia da Obesidade e do Aparelho Digestivo, de Santa Maria/RS. Dr. Glauco é membro titular da SBCBM, muito conceituado no meio, com mais de 10 anos de experiência neste tipo de procedimento. Depois da escolha do médico é preciso marcar uma consulta para conversar com ele e passar por uma avaliação, onde primeiramente será calculado o IMC (Índice de Massa Corpórea) que deve estar acima de 40 ou então acima de 35 com mais duas doenças associadas (Diabetes e Hipertensão por exemplo) para que a cirurgia seja indicada. Estando com índice de IMC que indique a cirurgia a pessoa já inicia o processo pré-operatório. Neste processo o candidato a cirurgia passa por várias avaliações, entre elas, psicológica, nutricional, cardiológica, gástrica, anestésica e laboratorial (podem haver outras avaliações, depende de cada paciente).

Dr. Glauco da Costa Alvarez

Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica