terça-feira, março 20, 2012

Faltam Médicos para Cirurgias Bariátricas!!


A espera pela cirurgia bariátrica varia de três meses a um ano

A cada ano, as cirurgias bariátricas (de redução de estômago) alcançam mais brasileiros. Apenas em 2010 foram 60 mil no país, um crescimento de 275% desde 2003. O número impressiona, mas a classe médica e o Ministério da Saúde ainda o consideram baixo. Estima-se que há pelo menos dois milhões de obesos mórbidos no país e muitos deles demoram a ter acesso ao procedimento que melhoraria sua saúde por falta de médicos para operar. Por se tratar de uma área relativamente nova da medicina, ainda são poucos os estudantes interessados na especialização. Além disso, também faltam professores. Tanto que os mais conceituados especialistas em cirurgia bariátrica estão se unindo para ministrar cursos complementares. Hoje, a espera pela cirurgia varia de três meses a um ano. Mesmo assim, ainda é melhor do que no passado, quando muitos obesos mórbidos morriam na fila. O Ministério da Saúde reconhece que há necessidade de ampliação da formação de médicos especialistas e a falta deles pode provocar filas de pacientes. Mas diz que tenta reverter o quadro desenvolvendo ações educacionais em parceria com o Ministério da Educação para formar especialistas.

MUDANÇA DE HÁBITO/ Outro entrave da cirurgia é a necessidade de o candidato submeter-se, antes do procedimento, a uma equipe multidisciplinar que inclui endocrinologista, nutricionista, psicólogos e professores de educação física para se reeducar. Muitos convênios ainda exigem que, para operar, o paciente emagreça entre cinco e dez por cento do peso atual. Como todo o obeso é guloso e gosta de comer o que não é saudável, a mudança de hábito torna-se difícil e muito lenta se não houver força de vontade e persistência.

Jeancarlo Minuzzi Vicenti: Quatro Meses de Cirurgia!!

Um Salve ao amigos e leitores do experiência bariátrica! Hoje vou falar mais um pouco de como está sendo a minha vida nesse processo pós cirúrgico, já que dia 25/03 vão fazer 04 meses da minha cirurgia. Em questão de tempo, é um tanto confuso, pois faz apenas 04 meses, pouco tempo, mas parece que já faz "um século". Como estou me sentindo muito bem, me recuperei sem nenhum problema, só lembro que me submeti ao processo bariátrico na hora de comer,  no restante minha vida é mais que normal. Na verdade não é normal, e eu vou explicar porque, antes da cirurgia o meu normal era vida sedentária, hoje a minha vida é totalmente diferente. Acordo cedo, com disposição, vou para a acadêmia, onde faço 3 horas de malhação, diariamente. O mais legal e maravilhoso de tudo isso é que não me sinto cansado, tenho sempre fôlego para mais. Antes, quando tinha que sair, que tinha que dar algumas voltas a pé, eu sentia dores nas articulações, falta de ar, suava um monte, perdia o fôlego muito rápido, então tinha que ir trocando o carro de lugar e parando sempre perto de onde tinha que ir, isso era muito difícil, ver que eu era incapaz de carregar meu próprio corpo, de suportar meu próprio peso. Hoje as coisas são diferentes, não sinto dores, nem falta de ar, suo muito pouco, ando, caminho e estou sempre bem e disposto. A cirurgia mudou a minha vida, mudou a minha vida para melhor, eu poderia dizer que a cirurgia me devolveu a vida, devolveu minha auto estima, minha vaidade. Sei que ainda tenho muito pela frente, continuo emagrecendo, a cada dia que passa o ponteiro da balança desse mais. Em um caminho inverso ao do ponteiro da balança, que desce a cada dia está minha auto estima e a minha vontade de vencer, que aumentam consideravelmente a cada pesagem, a cada obstáculo superado, a cada pequena coisa que consigo fazer e que não conseguia antes. Mas não pensem que as coisas acontecem como em um passe de mágica, tenho conseguido tudo isso as custas de muito esforço, força de vontade, superação e muita disciplina, além de hábitos saudáveis, alimentação balanceada (indicada pela minha nutricionista, Drª Luciana Patias) e muito exercício físico.

quarta-feira, março 07, 2012

Relato: Danil Brião - Santa Cruz do Sul!!!

É com muito prazer que posto o relato enviado a mim pelo amigo Danil Brião de Santa Cruz do Sul. Danil meu amigo fico muito feliz que tenha dado tudo certo no teu procedimento, podes ter certeza que eu estava torcendo por você. Volto a repetir, qualquer coisa que precisar pode contar comigo. Em breve posto um relato falando apenas da minha dieta líquida. E por favor vá nos mantendo informado de sua recuperação. Grande Abraço!

"Havia combinado com meu amigo JeanCarlo que relataria aqui no seu Blog,a minha experiência rumo a Bariátrica. O maior motivo que me levou a tomar essa decisão foi quando fui diagnosticado com apneia do sono grau severo.Caiu a ficha que o peso começava a me causar danos à saúde, fora as outras tantas dificuldades que todo o obeso enfrenta diariamente. A maioria de nós que decide tomar essa decisão certamente já tentou de tudo a fim de perder peso, dietas e mais dietas que sempre voltam à estaca zero causando uma frustração que parece nos deixar ainda mais gordos do que já somos. Mas eu decidi que seria esse o caminho a percorrer e me joguei de cabeça nesse projeto de vida, tive apoio incondicional da minha família e da minha esposa que esteve do meu lado do inicio ao fim, me prestando todo o apoio que precisei, pois há momentos que surgem as dúvidas, os medos, as angústias e mesmo com o aporte da equipe multidisciplinar do cirurgião, no meu caso o Dr Glauco Alvarez, é inestimável a presença das pessoas que amamos do lado, fortalece de uma forma inexplicável. 
Passei por todas as fases necessárias e exigidas a fim de realizar a cirurgia, até que chegou o dia de embarcar no carro e rumar para Santa Maria,onde no dia 02 fevereiro último, numa sexta feira as 14hs entrei no bloco cirúrgico, tomado por um sentimento de medo, ansiedade angústia mas misturado à uma convicção de que estava conquistando o direito de prosseguir minha vida a partir daquele momento, com QUALIDADE DE VIDA.

Dr. Glauco da Costa Alvarez

Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica