domingo, janeiro 08, 2012

Cirurgia Bariátrica por Videolaparoscopia tem Cobertura Obrigatória Pelos Planos de Saúde!


Decisão da ANS assegura ao paciente o direito de ser submetido à técnica menos invasiva, sendo isso uma grande vitória as pessoas que sofrem com o problema da obesidade mórbida.
Desde 1º de janeiro de 2012, os pacientes com indicação para a cirurgia bariátrica têm garantido por lei o direito de serem submetidos ao método menos invasivo, a videolaparoscopia. Nessa data passou a valer, em todo o território nacional, o novo Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que inclui a técnica. Os planos e seguros privados de saúde devem oferecer tratamento cirúrgico sem qualquer restrição aos portadores de obesidade mórbida, respeitando a decisão médica e o direito do paciente.
Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), Ricardo Cohen, a medida irá beneficiar milhares de usuários da saúde suplementar. "A inclusão da cirurgia bariátrica por videolaparoscopia no rol da ANS é uma conquista tanto para o paciente quanto para a classe médica que terão respeitado o direito de escolha pelo método mais moderno e menos invasivo", afirma Dr. Cohen.
A cirurgia bariátrica é indicada para portadores de obesidade mórbida que não conseguem perder peso apenas com o tratamento clínico tradicional (dieta, medicamentos e exercícios). Estão nesse parâmetro pacientes com índice de massa corporal (IMC) acima de 35 kg/m² com uma ou mais doenças associadas ou com IMC acima de 40 kg/m², independentemente da presença de outras doenças. O IMC é calculado pela divisão do peso (em quilos) pela altura (em metros) elevada ao quadrado.
Benefícios da videolaparoscopia -As vantagens da cirurgia bariátrica por videolaparoscopia para o paciente são muitas, desde a redução do tempo de cirurgia, diminuição do risco de infecção, menor incidência de hérnia no local do corte até a volta às atividades normais em menos tempo. O cirurgião, em vez de abrir o abdômen do paciente, realiza de quatro a cinco mini-incisões de 0,5 cm cada uma, por onde passam as cânulas e a câmera de vídeo. Apesar do custo mais elevado, o método representa uma economia bastante significativa em médio prazo, devido à redução dos dias de internação e da incidência de possíveis complicações posteriores. Outro detalhe importante é que o registro do procedimento feito pela câmera de vídeo fica gravado e o paciente pode levar consigo uma cópia do DVD, que constitui um documento da operação.
Outros avanços -A evolução tecnológica é um dos fatores que tem mudado o cenário da cirurgia bariátrica na última década, com aumento do número de cirurgiões habilitados e maior esclarecimento dos pacientes, mas ainda existem desafios a serem superados. Das 60 mil operações realizadas no Brasil em 2010, mais de 90% foram feitas em unidades particulares. Além disso, a videolaparoscopia representa apenas 35% das cirurgias realizadas, enquanto o restante é pelo método convencional aberto.
A SBCBM, por meio de suas regionais espalhadas por todo o país, vem realizando cursos para capacitar os cirurgiões e para certificar os hospitais brasileiros como Centros de Excelência em Cirurgia Bariátrica, em parceria com a Surgical Review Corporation (SRC), entidade que administra o maior sistema de base de dados de pacientes submetidos a cirurgias bariátricas em todo o mundo. A entidade também está empenhada em outra ação importante, que é a realização de uma campanha pelo reconhecimento da cirurgia bariátrica e metabólica como área de atuação médica, garantido mais qualidade e segurança aos pacientes. "Não apenas a inclusão da videolaparoscopia no rol da ANS é importante. É necessário promover a educação continuada, com o objetivo de capacitar e aperfeiçoar os profissionais de saúde no método cirúrgico menos invasivo", completa Dr. Cohen.
A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) é a entidade que congrega os médicos especialistas no tratamento cirúrgico da obesidade. Tem como objetivo disseminar conhecimento sobre os diversos tipos de intervenções cirúrgicas, tanto para profissionais de saúde quanto para a população em geral. A SBCBM também trabalha para promover a inovação na cirurgia bariátrica e incentivar o uso de técnicas avançadas, minimamente invasivas e mais eficazes, permitindo o acesso de um maior número de pacientes a essas técnicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inicialmente este Blog não possui moderação de comentários, mas se houver comentários em tom de brincadeira, deboche, insulta ou ofensas de qualquer gênero, os comentários passaram a ser moderados! Não é permitido propaganda, nem publicidade sem autorização do Administrador!


Dr. Glauco da Costa Alvarez

Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica