domingo, janeiro 08, 2012

Adaptação a Dieta Pastosa - Jeancarlo Minuzzi Vicenti!!!

Jeancarlo Minuzzi Vicenti
Olá amigos e leitores do Experiência Bariátrica! Primeiramente gostaria de desejar a todos um Feliz Ano Novo (atrasado, mas é válido) que o ano de 2012 seja repleto de realizações, com muita saúde, paz, amor, alegrias e conquistas, principalmente ao Dr. Glauco da Costa Alvarez e sua equipe, que Deus continue guiando suas mãos para que possa continuar fazendo em 2012 por outras pessoas o que fez por mim neste ano que passou.  Peço desculpas por ter demorado um pouco para postar novidades sobre a minha recuperação, mas estava aguardando novidades. Bom como mencionado anteriormente em um outro post, comecei minha dieta pastosa no dia 25 de dezembro, foi um presente que ganhei da Drª Luciana (Nutricionista da Equipe Multidisciplinar da Clínica da Obesidade). Minha primeira alimentação foi na manhã de Natal, parece pouco, mas é incrível a sensação de comer duas bolachinhas água e, sal com uma colherinha de chá de requeijão e 100 ml de leite, vale lembrar que estava a 30 dias sem comer nada, apenas líquido. É bom ressaltar que foi tranquilo essa primeira alimentação, não senti qualquer tipo de desconforto. Meu primeiro almoço, foi um risoto (tipo italiano), quatro colheres de sopa rasas, mas por mais incrível que pareça, inclusive para mim, quando vi o que era o conteúdo de quatro colheres de sopa rasas, é o suficiente para nos saciar. Quando terminei de comer, é bom que diga, que levei cerca de 25 minutos para terminar, não estava me sentindo saciado, mas consciente de que era aquilo que deveria e poderia consumir, levantei da mesa e sentei no sofá, foi passado uns quinze minutos do termino da refeição que comecei a sentir os sinais de saciedade, ou seja, foi aí que pude a começar a conhecer meu novo organismo. No meu caso levo cerca de quinze a vinte minutos depois de terminar as refeições para receber os sinais de saciedade, portanto tenho sempre muito cuidado nas minhas refeições para não exceder os limites, já que enquanto estou comendo sempre parece que é pouco. Uma coisa é certa, temos que ter disciplina, na minha opinião isso é mais importante que a força de vontade, claro que força de vontade é indispensável, mas a disciplina de seguir aquilo que foi determinado é muito importante também.
Quanto ao dumpping, não tive qualquer reação que pudesse referir a tão temida síndrome. Minha recuperação e adaptação a dieta pastosa está sendo tranquila, nunca senti nada de mais, a não ser uma vez que estava comendo carne de frango e acho que não mastiguei muito bem e tive um pequeno desconforto, um inicio de que teria um pouco de náusea, mas que passou em seguida. Foi a única vez que senti desconforto com alimentação. Desde esse dia dou preferência ao peixe (desfiado) ou atum e a carne moída que para mim parece que, digamos, senta melhor. A comida (carnes) devem sempre ser feitas com o auxílio de molho (tomate + cebola) para que fique molhadinha e melhor de engolir e digerir, carnes secas (sem auxílio de molho) ficam difíceis de engolir e digerir, e podem causar desconfortos ou síndrome de dumpping. Não uso qualquer tipo de tempero pronto (sazon, arisco, temperos completos), apenas sal, e óleo em pequenas quantidades, também para evitar dumpping. Quanto ao açúcar, ainda não posso falar nada, porque não fiz nenhuma experiencia com doce, a não ser uma bala de iogurte que comi, mas acho que não serve de parâmetro para medir consumo de açúcar para desencadear dumpping. Amanhã, dia 09 de Janeiro, começo a dieta branda, que nada mais é que uma pequena adaptação da dieta pastosa, não há grandes alterações, a não ser que as colheres de sopa deixam de ser rasas e a possibilidade de comer pequenos bifes. Bom pessoal, por enquanto acho que é isso, em breve volto para falar de como estou indo com a dieta branda, fiquem a vontade para comentar ou mesmo fazer perguntas ou sanar dúvidas. Meus contatos estão na página principal do blog. Fiquem com Deus! Um grande abraço desse amigo.

"Tudo que um Sonho Precisa para que Vire Realidade, é de Alguém que Acredite Nele"
(Roberto Shinyashiki)

Autor: Jeancarlo Minuzzi Vicenti

2 comentários:

  1. cara parabens por sua atitude e coragem é uma cirurgia simples no geral, tenho um amigo q a fez e na boa a disciplina e força de vontrade é o que a torna simples. Cara parabens e tudo de bom nessa tua "nova vida".

    ResponderExcluir
  2. Que lindo escuchar todo esto yo me la quiero hacer si Dios quiere muchas felicidades en tu nueva vida

    ResponderExcluir

Inicialmente este Blog não possui moderação de comentários, mas se houver comentários em tom de brincadeira, deboche, insulta ou ofensas de qualquer gênero, os comentários passaram a ser moderados! Não é permitido propaganda, nem publicidade sem autorização do Administrador!


Dr. Glauco da Costa Alvarez

Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica