sexta-feira, setembro 23, 2011

Surgimento do Blog e Obesidade no Brasil!



Nesta primeira postagem, vou contar como surgiu a idéia de criar o blog e também falar um pouco da dificuldade de ser obeso em um país para "magros" onde 49% da população sofre com o excesso de peso (Fonte G1). Tive a idéia de criar o blog a partir de alguns comentários que ouvi na sala de espera da Clínica da Obesidade Santa Maria, de propriedade do Dr. Glauco da Costa Alvarez, na qual eu estava presente para realizar consulta com psicologa e nutricionista da equipe multi disciplinar do referido médico. Os comentários eram referentes a arrumar uma forma onde pessoas de diferentes cidades ou mesmo pessoas que não tem contato pessoal frequentemente, que só se encontram esporadicamente em uma sala de espera antes de uma consulta, pudessem trocar experiências, informações, contar como está indo o tratamento, tanto pré como pós cirúrgico, contar seus medos, seus receios, suas dúvidas, um local onde possam conhecer outras pessoas que também passam pelos mesmos tipos de medos, receios ou que enfrentam as mesmas dificuldades e os mesmos preconceitos e problemas do dia a dia que obesidade impõem. Há muita crítica pública aos descasos com deficientes físicos, idosos, com o preconceito de cor e raça, mas ninguém fala sobre o preconceito contra o obeso. Não estou falando aqui, que sou contra a luta a favor dos deficientes ou a favor dos descriminados por raça, cor ou credo, muito pelo contrário, sou totalmente a favor da luta contra qualquer tipo de preconceito e de injustiça.
Mas precisamos voltar um pouquinho da atenção também  a esse problema, as dificuldades e o preconceito enfrentado pelos obesos. Se você parar para pensar, os obesos estão sendo cada vez mais rejeitados pela sociedade. Você embarca em um ônibus e se depara com a dificuldade de passar a catraca ou a "roleta" como muitos conhecem, você chega em um bar e as cadeiras são de plástico ou muito frágeis para que você possa sentar, você vai visitar alguém e lhe oferecem uma cadeira de praia, dessas de abrir, seria cômico se não fosse triste. E o bullying, que tá na moda, existe alguém que sofra mais com  isso do que o obeso? Eu não conheço. Uma pessoa obesa em um restaurante é foco de comentários, de cochichos, de risadinhas, de piadinhas, eu não sei que nome dar a isso se não bullying, assédio moral. Entrar em uma loja e não encontrar uma peça que sirva, isso sem falar na cara do (a) atendente quando vê um obeso entrando pela porta, ou a má vontade com que atende. E ainda sem falar em ônibus intermunicipal ou interestadual, onde as poltronas são uma piada e o obeso não tem qualquer tipo de prioridade e isso sem falar em poltrona de avião, como mostra a foto acima (Caso real em um voo da Amarican Airlines). E o pior de tudo é que você não vê ninguém comentar nada sobre isso, a mídia não dá qualquer espaço ou importância para esse assunto. A novela "Malhação" exibida nos finais de tarde pela rede globo, já abordou e aborda todo o tipo de problema, preconceito contra negro, idoso, deficiente físico, problemas como aborto, virgindade, drogas, alcoolismo e tudo quanto é tipo de problema de cunho social, mas o problema enfrentado pelo obeso, nunca. Os tele jornais, os programas de rádio ou TV só alertam para o alto índice de crescimento da taxa de pessoas obesas no mundo, mas não mostram as dificuldades e humilhações, encontradas e enfrentadas por pessoas nesta situação todos os dias, muito menos cobram algum tipo de medida que ampare o obeso,  ou então fazem programas onde aparecem nutricionistas dando dicas de alimentação ou dietas que sinceramente duvido muito que uma pessoa realmente obesa consiga fazer. Sem falar que a maioria das dietas além de difíceis de fazer são relativamente caras, os produtos light tem um preço excessivamente elevado, o que dificulta ainda mais a a realização ou a continuidade deste tipo de tratamento. Bom pessoal, para a primeira postagem acho que está bom, espero que tenham gostado do post e espero o comentário de vocês! Voltaremos... 

Um comentário:

  1. Na realidade o Brasil não é um país de magros. Poucas pessoas se dão conta que existe uma demanda da população exigindo um tratamento mais adequado e mais informação à respeito.
    Têm-se uma estigma que pessoas gordas são preguiçosas e desajustadas o que é incorreto. Desejo-lhe sucesso neste blog e que muitas pessoas possam participar através deste canal.

    ResponderExcluir

Inicialmente este Blog não possui moderação de comentários, mas se houver comentários em tom de brincadeira, deboche, insulta ou ofensas de qualquer gênero, os comentários passaram a ser moderados! Não é permitido propaganda, nem publicidade sem autorização do Administrador!


Dr. Glauco da Costa Alvarez

Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica